narodacompsicologos@gmail.com

Rua Martinico Prado, 26 - cj. 122

Telefone: (11)  4323-1725

Whatsapp: (11) 98945-2103

Siga nossas redes sociais:

© 2016 NA RODA COM PSICÓLOGOS

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Os benefícios psicológicos da dança

 

 

Desde o início da humanidade, quando o homem ainda não tinha desenvolvido a linguagem falada, a dança já fazia parte de seus rituais e existia como forma de comemoração a algum acontecimento ou data especial revelando, no próprio ato, a importância daqueles movimentos para o sujeito e/ou grupo que o praticavam.

 

Dançar regula o sono, o estresse, a ansiedade e diminui os níveis de irritabilidade. Fora a estimulação da inteligência cinética, que é o aprimoramento dos movimentos rítmicos e coordenados do corpo. O sujeito passa a ter uma percepção positiva do próprio corpo, valorizando-se mais, acreditando em seu potencial e recorrendo a experiências de vida somadas com o que se apresenta elaborando uma maneira de resolver/lidar com determinada situação interagindo melhor com o grupo, ampliando assim, o convívio social. Tudo isso para dizer que existe uma melhora significativa na autoimagem, autoestima, autoconfiança, criatividade e linguagem... rs

 

Todo estilo de dança, revela muito das opções de vida daquele sujeito. Ao optar, ele está evidenciando suas preferências de grupos, linguagem, tipos de contato, vestimenta, ritmos musicais, entre outros... Por isso, se comporta de acordo com as regras sociais determinadas por aquele grupo, assumindo o “comportamento padrão” e somando, de acordo com sua bagagem biopsicossocial. Quando se trata de dança de salão, por exemplo, um casal que fez essa escolha, apresenta uma melhora expressiva em sua vida conjugal, pois, dançando juntos eles (re)encontram momentos de troca, de descobertas e conseguem (re)criar uma harmonia, muitas vezes já ausente.

 

Ah, a dança é considerada uma forma de terapia, pois, através da integração corpo mente, expressamos nossas emoções e sentimentos e damos vazão ao que, muitas vezes, é difícil traduzir em palavras... Nada substitui a terapia convencional, mas, muitas são as maneiras de aliviar o estresse do dia a dia e passar a lidar com suas questões de uma forma mais tranqüila, propiciando assim uma trégua na própria vida para iniciar o processo de autoconhecimento.

 

Então, quando sentir que é necessário, busque um profissional da psicologia.

 

Michelle Perez Alves Xavier

Psicóloga CRP. 06/129104

Rua Humberto I, 289

Vila Mariana - São Paulo - SP

Tel. (11) 96779-3301

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga

Blog

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Compartilhe o último Post
  • Facebook Social Icon