narodacompsicologos@gmail.com

Rua Martinico Prado, 26 - cj. 122

Telefone: (11)  4323-1725

Whatsapp: (11) 98945-2103

Siga nossas redes sociais:

© 2016 NA RODA COM PSICÓLOGOS

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Perdas, luto e reinvestimento na vida.

 

É muito difícil lidarmos com as perdas e rompimentos de apego e vínculo. A experiência da perda é um dos eventos mais estressantes que podemos vivenciar e que pode causar fortes reações emocionais e comportamentais. Toda perda significativa implica na necessidade de um processo de luto. Contudo, entre tantas vivências do ser humano ao longo do seu ciclo de vida, muitas são as experiências de perda e luto que não são reconhecidas, tanto pelo próprio enlutado como pela família, amigos e sociedade. O luto não reconhecido ocorre quando a pessoa vive uma perda que não é aceita socialmente devido a diversos fatores como o relacionamento no qual a perda ocorreu não ser valorizado pelos outros, pela perda não ser reconhecida por pessoas próximas, pela negação da morte, entre outros. Entre essas perdas, podemos usar como exemplo a perda gestacional ou na maternidade prematura (natimorto), perda de animais de estimação, perdas por suicídio, perda por desaparecidos, perdas ambíguas, traição, entre tantas outras perdas que exigem um tempo para elaboração e ressignificação. Nestes casos e em tantos outros, o luto não pode ser expresso ou suportado pela sociedade que costuma determinar, através de suas regras, quando, por quem, quem, onde e como a pessoa que sofreu a perda deve expressar seu luto, e isso é extremamente cruel, pois cada pessoa processa o luto da sua maneira e essas regras negam o direito de expressão do luto fazendo com que essas pessoas isolem-se num silêncio de dor e muito sofrimento, muitas vezes negado por si mesmo, o que acaba por dificultar ainda mais a retomada da própria vida. E, neste caso, é de fundamental importância buscar ajuda. Através de suporte psicológico, com ajuda especializada, o processo de luto pode ser vivenciado nas suas diferentes formas de expressão e reações emocionais, sejam elas quais forem, sem julgamentos e com o objetivo de favorecer a sua elaboração, num ambiente seguro e acolhedor. Com apoio, acolhimento, compreensão, respeito e suporte, o enlutado pode elaborar sua perda ao validar o seu sofrimento, dando vazão aos seus sentimentos e compreendendo os processos emocionais e psicológicos que envolvem as reações à perda, ao luto e à morte, para, então, encontrar recursos para reinvestir na vida novamente. 

 

Elisa Lempek
Psicóloga e Coach
Crp 07/22591

Contato: (51)99965-3180

Facebook:

https://www.facebook.com/elisa.psicologiaecoaching/

https://www.facebook.com/mae25hs.psicologiaecoaching/

Instagram @psicologiaecoaching.mae25hs

 

 

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga

Blog

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
Compartilhe o último Post
  • Facebook Social Icon